Consultório Odontológico _ Contato

Consultório Odontológico _ Contato
Clínica Geral/Odontopediatria__Telefax: (33) 3755-1526 Skype: cdmarciolara
Caso tenha alguma dúvida ou queira conversar conosco on-line, chame-nos pelo Skype ou MSN Messenger(clique abaixo) !!!

Site consultório: www.odontologialara.com.br






Google
20 ANOS DEDICADOS À ODONTOLOGIA
A SUA SAÚDE EM NOSSAS MÃOS!
INVISTA EM VOCÊ, SEU SORRISO MERECE!
MARQUE JÁ A SUA CONSULTA:
(33)3755-1526

Windows Live Messenger

sábado, 26 de abril de 2008

Parlendas /Paralendas / Pralendas

Paralendas e Lengalengas

www.alzirazulmira.com

Epa, esta palavra até parece um trava língua! A Alzira aprendeu uma porção de paralendas com a Kiki. (Em Porugal elas são chamadas de lengalengas!). As paralendas são versos que muitas vezes não fazem sentindo. Outras vezes contam pequenas historinhas, outras vezes são totalmente malucos! Coisa de gente lelé da cuca! Na época em que a Kiki era menina, as paralendas eram muitas vezes declamadas durantes as brincadeiras de pular corda ou de balanço. Não se sabe quando elas começaram, mas são passadas de boca em boca há muitos anos e algumas ja se tornaram parte do folclore Brasileiro. Folclore, não é que esta palavra também parece um trava língua?

Um dois, feijão com arroz.

Três, quatro, feijão no prato.

Cinco, seis, feijão em inglês.

Sete, oito, feijão com biscoito.

Nove, dez, feijão com pasteis!

Conseguiu?

Cadê o toucinho que estava aqui?

O rato comeu.

Cadê o rato?

O gato comeu.

Cadê o gato?

Foi para o mato!

Cadê o mato?

O fogo apagou.

Cadê o fogo?

A água secou.

Cadê a água?

O boi bebeu!

Cadê o boi?

Esta moendo o trigo.

Cadê o trigo?

O padre comeu.

Cadê o padre?

Esta rezando a missa.

Cadê a missa?

A missa acabou!

Conseguiu?

Uni, duni, tê

Salamê minguê

O sorvete é colorê

O escolhido foi você!

Conseguiu?

Senhora senhorita entre!

Senhora senhorita põe a mão no chão.

Senhora senhorita pule macarrão!

Conseguiu?

Olha o sapo dentro do saco
O saco com o sapo dentro,
O sapo batendo papo
E o papo soltando o vento.

Conseguiu?

Dedo mindinho, Seu Vizinho, Maior de Todos, Fura Bolo e Cata piolhos!

Conseguiu?

Bão balalão senhor capitão. Espada na cinta e dinheiro no mão!

Conseguiu?

Hoje é domingo. Pede cachimbo. O cachimbo é de ouro. bate no touro.

O touro é valente. Bate na gente.

A gente é fraco. Cai no buraco.

O buraco é fundo. Acabou-se o mundo!

Conseguiu?

Janelinha, janelinha, porta campainha!

Conseguiu?

Bichinho gato
que comeste tu?
sopinhas de leite
Guardaste-me delas?
Guardei, guardei
Onde as puseste?
Atrás da arca
Com que as tapaste?
Com o rabo da gata
Sape, sape, sape gato
sape, sape, sape gato.

Conseguiu?

O que está na varanda?
Uma fita de ganga
O que está na panela?
Uma fita amarela
O que está no poço?
Uma casca de tremoço
O que está no telhado?
Um gato malhado
O que está na chaminé?
Uma caixa de rapé
O que está na rua?
Uma espada nua
O que está atrás da porta
Uma vara torta
O que está no ninho?
Um passarinho
Deixa-o no morno
Dá-lhe pãozinho

Conseguiu?

Rei, capitão
soldado, ladrão.
Menina bonita
de bom coração.
Tão, baladão,
cabeça de cão.
Orelha de burro,
sabe a leitão.

Conseguiu?

Tenho um macaco
Dentro dum saco
Não sei que lhe faça
Não sei que lhe diga
Dou-lhe um pau
Diz que é mau
Dou-lhe um osso
Diz que é grosso
Dou-lhe um chouriço
isso, isso
.

Conseguiu?

Tão-balalão
Soldado ladrão,
Menina bonita
Não tem coração.
Tão-balalão
Senhor capitão,
Espada na cinta
Sineta na mão.
Tão-balalão,
Cabeça de cão,
Orelhas de gato,
Não tem coração,
Tão-balalão,
Cabeça de cão,
Cozida e assada
no meu caldeirão,
Tão-balalão,
Senhor capitão
Orelha de porco
P'ra comer com feijão

Conseguiu?

Este diz: quero pão
este diz: que não há
este diz: que Deus dará
este diz: que furtará
este diz: alto lá

Conseguiu?

Da laranja quero um gomo, do limão um pedaço da menina que eu gostar quero um beijo e abraço !

Conseguiu?

Batatinha quando nasce espalha a rama pelo chão, nenenzinho quando nasce põe a mão no coração!

Conseguiu?

Se eu soubesse escrever na água
como sei escrever na areia
escreveira o seu nome
no sangue da minha veia!


Conseguiu?

TICO-TICO

Tico-tico tô com fome,
esta comida gente não come.
Alpiste só quem consome
é o tico-tico que está com fome.

GATO NA PIA

Tem peixe na pia fria,
Pula gato, gato mia,
Lá vem a tia Maria
E não vem de mão vazia.
Pula gato, gato mia,
Caiu o chinelo qu’ela trazia.

TERRA TIRA

Põe tijolo e terra tira
Pra fazer uma casinha
Pra bonequinha Bartira
Morar com sua mãezinha.

BOLA ROLA

Rola bola, bola rola,
Rola pedra, pedra rola.
Fala logo e não enrola
Que teu pai é de Angola.

A COBRA MARIZÉ

La, la, la, lé, lé, lé
Na subida da maré
Vem peixe tucunaré
Ou a cobra Marizé.

Nenhum comentário:

Pesquisar postagens neste blog