Consultório Odontológico _ Contato

Consultório Odontológico _ Contato
Clínica Geral/Odontopediatria__Telefax: (33) 3755-1526 Skype: cdmarciolara
Caso tenha alguma dúvida ou queira conversar conosco on-line, chame-nos pelo Skype ou MSN Messenger(clique abaixo) !!!

Site consultório: www.odontologialara.com.br






Google
20 ANOS DEDICADOS À ODONTOLOGIA
A SUA SAÚDE EM NOSSAS MÃOS!
INVISTA EM VOCÊ, SEU SORRISO MERECE!
MARQUE JÁ A SUA CONSULTA:
(33)3755-1526

Windows Live Messenger

sábado, 15 de março de 2008

Odontologia_ Câncer bucal _Estomatologia

CÂNCER BUCAL

Márcio Oliveira Lara


São pequenos nódulos, feridas ou lesões que surgem nos lábios, gengivas, língua ou céu da boca e geralmente não provocam dor ou sangramento. É o terceiro tipo de câncer mais importante entre os homens e o sétimo entre as mulheres.

Os fatores de risco são os mais variados possíveis, dentre eles podemos destacar:

GENÉTICOS: O paciente já nasce com maiores possibilidades de desenvolver a doença.

TRAUMAS: Próteses dentárias mal adaptadas ou dentes quebrados com bordas pontiagudas.

BEBIDAS ALCOÓLICAS: Desidratam a mucosa bucal e podem favorecer o aparecimento de tumores malignos.

CIGARRO: Cigarro, cachimbo e charuto e outros derivados do tabaco irritam as mucosas da boca, responsável por 80 a90% das causas de câncer bucal.

SOL: Pessoas de pele clara, exposta aos raios solares, correm mais riscos de ter lesões nos lábios.

Os principais sintomas do Câncer Bucal são:

Feridas nas mucosas e nos lábios que não cicatrizam em 02 semanas;

Caroços que crescem rapidamente e não apresentam sinais de dor;

Manchas esbranquiçadas ou avermelhadas nos lábios ou parte interna da boca;

Próteses dentárias que sempre apresentam problemas de ajuste;

Dificuldade para falar, mastigar e engolir alimentos;

Aparecimento de ínguas que não doem no pescoço;

Emagrecimento acentuado sem causa aparente;

Surgimento de feridas na língua.

As regiões mais afetadas são:

a) Lábios: especialmente o inferior: 40 % dos casos.

b) Assoalho: embaixo da língua: 16% dos casos.

c) Língua: 2 % dos casos.

d) Atrás do último dente inferior: 07% dos casos.

Para prevenir, e facilitar o diagnóstico precoce do CA de boca, deve-se fazer o auto-exame e procurar o seu dentista regularmente ou quando sentir qualquer ferida ou aumento de volume ou inchaço na boca.O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento.

Os hábitos alimentares estão indiscutivelmente correlacionados com a qualidade de vida e com a prevenção de inúmeras doenças,entre elas o câncer , seja bucal ou em outras partes.

Uma alimentação sadia e eliminação dos dois poderosos fatores de risco para o câncer bucal, o álcool e o fumo, são os principais elementos de proteção que estão ao alcance de qualquer pessoa.

Nenhum comentário:

Pesquisar postagens neste blog