Consultório Odontológico _ Contato

Consultório Odontológico _ Contato
Clínica Geral/Odontopediatria__Telefax: (33) 3755-1526 Skype: cdmarciolara
Caso tenha alguma dúvida ou queira conversar conosco on-line, chame-nos pelo Skype ou MSN Messenger(clique abaixo) !!!

Site consultório: www.odontologialara.com.br






Google
20 ANOS DEDICADOS À ODONTOLOGIA
A SUA SAÚDE EM NOSSAS MÃOS!
INVISTA EM VOCÊ, SEU SORRISO MERECE!
MARQUE JÁ A SUA CONSULTA:
(33)3755-1526

Windows Live Messenger

sábado, 17 de outubro de 2009

Obesidade e Sedentarismo

Obesidade e sedentarismo podem explicar desenvolvimento de resistência insulínica com idade

Publicado em 08/13/2009
Resistência insulínica não é uma característica inerente da idade, mas, sim, um resultado da obesidade e do sedentarismo, de acordo com uma publicação da revista Diabetes Care.

“Uma vez que a prevalência da diabetes tipo 2 é maior entre os idosos, tem-se sugerido que a idade está associada à resistência insulínica”, declarou Dr. Bret H. Goodpaster, da University of Pittsburgh, Pensilvânia, ao Reuters Health. "A pergunta chave que o nosso artigo aborda, de maneira inédita, é se a resistência insulínica consiste ou não em uma característica fundamental da idade ou em um resultado de estilos de vida ligados ao envelhecimento, tais como sedentarismo e obesidade”.

Segundo Dr. Goodpaster, a maior parte dos estudos sugere que a resistência insulínica é um aspecto característico do envelhecimento. Ele acrescentou que os poucos trabalhos sugerindo o contrário não consideraram atividade física ou incluíram apenas voluntários apresentando pesos dentro da normalidade.

No presente estudo, Dr. Goodpaster e colaboradores avaliaram a resistência insulínica em pacientes jovens e idosos, pareados por nível de obesidade e de atividade física crônica.

Através da glicemia capilar, comparou-se a sensibilidade à insulina em sete atletas de resistência, em 12 atletas idosos, em 11 jovens sedentários não obesos, em 10 idosos sedentários com peso normal e em 30 obesos e sedentários, sendo 15 destes, idosos, e 15 jovens. Os autores definiram sedentarismo como a prática de exercícios por menos de dois dias na semana.

Não houve diferenças na sensibilidade à insulina entre os atletas, sendo eles jovens e treinados para resistência, ou idosos; entre os jovens e idosos de peso normal; ou entre os obesos, tanto jovens, quanto idosos. Independentemente da idade, os atletas apresentavam maior sensibilidade insulínica do que os sedentários de peso normal. Ao mesmo tempo em que estes últimos eram mais sensíveis à insulina do que os obesos.

“Muitos de nossos adultos mais velhos apresentam uma crença comum de que algumas de suas morbidades, incluindo diabetes, ou ‘açúcar alto’, são meramente uma consequência inevitável do envelhecimento”, disse Dr. Goodpaster. “Infelizmente, alguns profissionais de saúde compartilham esta crença”.

Ele acrescentou, ainda, que os “resultados deste artigo e de trabalhos anteriores claramente demonstram que muitos aspectos da saúde decadente com a idade, incluindo a resistência insulínica, podem ser prevenidos ou, pelo menos, atenuados, por atividade física regular e manutenção de um peso saudável”.


Diabetes Care 2009;32:1547-1549.

Nenhum comentário:

Pesquisar postagens neste blog